2.5.11

A Condessa Sangrenta em Brasil



A Condessa Sangrenta

 978-85-64406-00-1
 18 x 26,5 cm
 60

(0 votos)

$59,50
$
 Alejandra Pizarnik, Santiago Caruso - Ilustrador
 Contos e crônicas
 Santiago Caruso
 Maria Paula Gurgel Ribeiro
 04/2011

Novela de terror inspirada na vida da condessa húngara Erzébet Báthory, condenada pelo assassinato de 650 jovens mulheres com requintes de crueldade. Vários dos tormentos aos quais as jovens foram submetidas são descritos no livro. Primeira obra da autora publicada no Brasil. Posfácio de João Silvério Trevisan (autor de Devassos no paraíso).
Em 1611 a condessa húngara Erzsébet Báthory foi condenada pelo assassinato de seiscentas e cinquenta jovens mulheres. Marcada pela perversão e pela demência, a Dama de Csejthe passou para a história como um símbolo do mal absoluto. Em seus crimes se vislumbram os limites extremos do horror.
Com A Condessa sangrenta, Alejandra Pizarnik alcançou um dos ápices de sua literatura, elaborando um retrato perturbador do sadismo e da loucura.
Santiago Caruso soube recriar, com suas magníficas ilustrações, não só os detalhes da história, mas também os atrozes sentimentos que a governam.


A CRÍTICA

"O poder poético é seu, você sabe, sabemos todos que lemos você; e já não vivemos os tempos em que esse poder era o antagonista frente à vida, e esta o verdugo do poeta."

Julio Cortázar, em carta à autora, em setembro de 1971

Selo Tordesilhas
http://www.tordesilhaslivros.com.br/livro/a-condessa-sangrenta.htm

No comments: